Siga-nos nas Redes Sociais

Facebook YouTube

  

Notícias

Posts com a Tag ‘Voluntariado’

Arte e Tecnologia, Fundação Telefônica, Inovação Social, Voluntariado

Game do Bem motiva exercício de cidadania e voluntariado – apoio para vítimas no Nepal é uma das missões

blog4

 

Um jogo online que motiva o exercício da cidadania e difunde ações de cunho socioambiental: esse é o Game do Bem, iniciativa do Programa de Voluntariado do Grupo Telefônica Vivo para 2015 e que pretende beneficiar cerca de 200 ONGs pelo país.

A plataforma está disponível até o final do ano para os 18 mil colaboradores da empresa e seus respectivos familiares. No jogo, o usuário cadastrado realiza missões – como, por exemplo, divulgar uma causa social nas redes – ou off-line, registrando um novo método criado para a economia de água no condomínio.

Dentre essas atividades, foi lançada uma missão exclusivamente voltada para apoiar a campanha da UNICEF que dá assistência aos atingidos pelo terremoto no Nepal. A mobilização consiste na arrecadação de comprimidos purificadores de água, bolsas com kit completo de primeiros-socorros ou lonas para abrigo.

Para colaborar, as pessoas escolhem o tipo de contribuição e realizam uma doação online pelo débito em conta ou cartão de crédito – esse tipo de arrecadação para metas sociais representa uma das prioridades do programa, que tem outras mobilizações de financiamento coletivo por meio de plataforma exclusiva no site Kickante.

Para o Game do Bem, a meta é de que os participantes realizem ao menos 5 mil missões durante o ano, envolvendo 1.700 voluntários e criando uma rede que motive e compartilhe ações de voluntariado e cidadania.

mais notícias
Comunicação e eventos, Fundação Telefônica, Inovação Social, Voluntariado

Comemorando dez anos, Programa de Voluntariado 2015 é lançado com novidades

blog4 (1)

 

A Fundação Telefônica Vivo lançou no último 28 de abril o Programa de Voluntariado 2015, que engloba 37 comitês pelo país, com a expectativa de beneficiar 25 mil pessoas por todo o território nacional. Além de atividades já conhecidas como o Vacaciones Solidarias e o Dia do Voluntariado, o projeto agora conta um jogo interativo – o Game do Bem, onde os 18 mil colaboradores e seus familiares poderão realizar missões online e offline que contribuem com a real transformação social.

“O programa está muito maduro, um terreno fértil para seguir se consolidando neste novo momento do setor”, disse a diretora presidente da Fundação, Gabriela Bighetti, que destacou a importância das startups sociais, dos novos empreendedores e do alcance dos conceitos de voluntariado e cidadania em novos formatos, como o crowndfunding.

“Podemos ampliar a ideia de voluntariado para a de cidadania: além de apoiar uma ONG, você pode desenvolver uma solução para a crise hídrica em seu bairro, por exemplo”, completou, valorizando ainda a força das novas gerações: “Nossos estudos mostram que os brasileiros estão mais ativos, e que o jovem quer o tempo todo transformar o mundo, juntar o trabalho com o propósito que ele tem”.

O lançamento contou também, como convidada especial, com a cineasta Mara Mourão, que dirigiu o filme “Quem Se Importa” e compartilhou a experiência de ter conhecido uma série de empreendedores sociais espalhados pelo mundo.

A Fundação Telefônica Vivo acredita que o Programa de Voluntariado, alinhado ao desenvolvimento de uma rotina mais cidadã, pode – além de transformar a vida de milhares de pessoas – aprimorar uma ideia de sustentabilidade nas ações realizadas pelos ambientes corporativos.

mais notícias
Comunicação e eventos, Fundação Telefônica, Inovação Social, Voluntariado

Lançamento marca os 10 anos do Programa de Voluntariado

blogVoluntariado

 

Comemorando os dez anos do Programa de Voluntariado, aconteceu nesta manhã um encontro repleto de novidades das ações de 2015 com a participação dos colaboradores do Grupo Telefônica no prédio Eco Berrini, em São Paulo, além dos conectados via streaming por diversas regionais espalhadas pelo Brasil.

“Estamos muito orgulhosos de alcançar 39 cidades, um número muito representativo que chega a praticamente toda nossa oferta de voluntários. O programa está muito maduro, um terreno fértil para seguir se consolidando neste novo momento do setor”, disse a diretora presidente da Fundação, Gabriela Bighetti, que destacou a importância das startups sociais, dos novos empreendedores e do alcance dos conceitos de voluntariado e cidadania em novos formatos, como o crowndfunding.

“Nossos estudos mostram que os brasileiros estão mais ativos e que o jovem quer o tempo todo transformar o mundo, juntar o trabalho com o propósito que ele tem. E percebemos que podemos ampliar a ideia de voluntariado para a de cidadania: além de apoiar uma ONG, você pode desenvolver uma solução para a crise hídrica em seu bairro, por exemplo”, completou.

Conduzido pelo gerente de projetos sociais Luis Guggenberg, o evento contou com a convidada especial Mara Mourão, cineasta que dirigiu o filme Quem Se Importa e que compartilhou as histórias de empreendedorismo social retratadas no longa-metragem.

 

blogVoluntariado2

 

“Ouvindo essas pessoas, eu me perguntei: como medir o impacto social? É uma bola de neve, que começa na equipe que estava fazendo o filme e hoje chega a 100 mil seguidores de nossa página nas redes sociais. O empreendedor social é um cidadão comum que parou de reclamar e foi fazer as coisas acontecerem. E, com o filme, a gente recebe o retorno de jovens que tomaram novos rumos, de professores que mudaram o jeito de ensinar”, afirmou Mara.

Para 2015, o Programa de Voluntariado da Fundação Telefônica Vivo engloba 37 comitês pelo país e 43 ONGs parceiras, com uma perspectiva de reunir 5500 voluntários e 25 mil pessoas beneficiadas. Além de atividades já conhecidas como o Vacaciones Solidárias e o Dia do Voluntários, o projeto agora conta um jogo interativo – o Game do Bem, onde colaboradores e seus familiares realizam missões online e offline que contribuem com a real transformação social – e uma plataforma de financiamento coletivo para ONGs parcerias desenvolvido em conjunto com o site Kickante.

Acompanhe por aqui todos os resultados e próximas ações do Programa de Voluntariado da Fundação Telefônica.

 

mais notícias
Fundação Telefônica, Inovação Social, Voluntariado

Últimos dias da declaração do IR 2015: ainda dá tempo de destinar recursos a instituições apoiadas pela Fundação Telefônica Vivo

Termina nesta quinta-feira, 30 de abril, o prazo para entregar a Declaração do Imposto de Renda 2015 e, para o contribuinte que utiliza o modelo completo e até o momento não fez sua declaração, ainda é tempo de contribuir com a transformação social destinando 3% do valor (que seria destinado à Receita Federal) para o benefício das organizações apoiadas pela Fundação Telefônica Vivo.

 

Para este ano, três entidades foram selecionadas pela Fundação para receber as doações:

 

  • Hospital Pequeno Príncipe, de Curitiba, que promove a saúde da criança e do adolescente por meio de assistência, ensino, pesquisa e mobilização social;
  • AlfaSol, de São Paulo, voltado para o empreendedorismo social para jovens em situação de vulnerabilidade;
  • Arrastão, também na capital paulista, que oferece suporte a famílias da região do Campo Limpo que vivem em condições de pobreza.

 

Aproveite, para fazer parte dessa mobilização a favor das instituições que beneficiam a vida das pessoas. A destinação é feita pelo próprio programa de declaração baixado no site da Receita, e você conhece o passo a passo aqui.

mais notícias
Fundação Telefônica, Voluntariado

Destinação do IR 2015: entenda como dedicar recursos a transformações sociais

A declaração do Imposto de Renda 2015 vai até o dia 30 de abril e, para o contribuinte que utiliza o modelo completo, ainda é tempo de dedicar uma porcentagem a instituições sociais.

Estamos no último mês de prestação de contas e vale destacar que a destinação de recursos em benefício da transformação da sociedade é mais simples e descomplicado do que você imagina. Seguem informações importantes da coordenadora do Programa de Educação Fiscal do Estado de São Paulo, no âmbito da Receita Federal, Gioia Tumbiolo Tosi:

blog1

Dedicar parte da contribuição para instituições que atendem milhares de pessoas espalhadas pelo país é uma iniciativa que vai de encontro aos princípios de transformação social apoiados pela Fundação Telefônica Vivo. É por isso que convidamos a todos para participar, juntos, dessa jornada, uma proposta de mudança que começa com um gesto de cidadania digital.

mais notícias
Fundação Telefônica, Outros, Voluntariado

Destinação de IR: ajude instituições apoiadas pela Fundação Telefônica Vivo através da sua declaração 2015

O prazo para prestação de contas ao fisco já começou e vai somente até o dia 30 de abril. Por isso, se você, assim como nós, acredita que encontrar novos caminhos é uma ótima maneira de contribuir para a mudança social, não deixe de fazer a sua parte. Através do Programa de Voluntariado da Fundação Telefônica Vivo, pode-se destinar 3% do valor, que seria pago à receita, para beneficiar alguma entidade.

Com o apoio da Fundação por meio do Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (FUMCAD), neste ano, 3 instituições de algumas regiões do país foram escolhidas pela Fundação Telefônica Vivo para receber a doação do IR.

Para realizar o processo, feito por meio de um programa – que deverá ser baixado no site da Receita (http://www.receita.fazenda.gov.br/) –, é preciso optar pela declaração completa. O sistema também informará o valor possível de dedução.

Para aprender como se faz, confira o passo a passo:

doacao (5)

 

 

Abaixo, você confere quais são os projetos indicados pela Fundação Telefônica Vivo:

hospital

E-mail do projeto: natalia.leon@hpp.org.br ; novosprojetos@hpp.org.br | E-mail do Fundo: paulopadilha@seds.pr.gov.br | Contato Fundação Telefônica Vivo: felipe.souza.ext@telefonica.com

 

doacao2 (1)

E-mail do projeto: douglasco@alfasol.org.br |  E-mail do Fundo: cmdca@prefeitura.sp.gov.br | Contato Fundação Telefônica Vivo: felipe.souza.ext@telefonica.com

 

doacao3

E-mail do projeto: katya.delfino@arrastao.org.br | E-mail do Fundo: cmdca@prefeitura.sp.gov.br | Contato Fundação Telefônica Vivo: felipe.souza.ext@telefonica.com

 

Somar esforços na busca por um mundo melhor e mais justo depende de boas ações. Por isso, além de doar, você pode colaborar com o projeto compartilhando essas informações nas suas redes sociais ou convidar amigos e familiares a participarem. É rapidinho e faz muita diferença!

mais notícias
Outros

Visões de Futuro+15: Voluntivismo – Como será o engajamento social no futuro?

voluntismo

Ao analisar o quão rápido a tecnologia está avançando hoje, a previsão para daqui alguns anos é de que qualquer objeto estará conectado 24h à rede digital. A web, por outro lado, será o epicentro de uma revolução sem precedentes, com a ajuda de uma sociedade ciente dos atos e seus reflexos, fruto de uma nova leva de cidadãos digitais – ressignificando o voluntariado, criando a era do Voluntivismo.

Na era do Voluntivismo, o uso da rede pelas massas não é apenas voltado para o lazer, mas é feito de forma consciente. Essa consciência, inclusive, seria fruto de uma geração autodidata, completamente inserida nesse modelo digital totalmente conectado.

A rede aparece aqui como um espaço e ferramenta para solucionar problemas, desde os menores até os maiores. O cyber espaço funciona como uma grande consciência coletiva e o Voluntivismo como um movimento que resolve as questões de dentro para fora, reestabelecendo o equilíbrio entre as coisas.

Seguindo este modelo, todos são ativistas e não há um limite entre o virtual e o presencial.

Assista abaixo o vídeo produzido sobre o assunto:

mais notícias

Publicado em 23 de dezembro de 2014

Sem comentários »

Tags: , ,

Fundação Telefônica, Inovação Social, Voluntariado

Livro Voluntariado Digital traz uma pesquisa fascinante acerca do tema

No dia 02 de dezembro foi disponibilizado para download o livro Voluntariado Digital, a mais recente publicação da Fundação Telefônica organizada pela especialista Monica Galiano.

Uma pesquisa acerca do crescimento da cultura online e do potencial do voluntariado digital foi feita ao longo de 18 meses, por grupos espalhados em três países. Os trabalhos foram realizados, inicialmente, em três línguas também.

O objetivo foi estudar as tendências e oportunidades que existem na área do voluntariado com o advento de um mundo quase 100% conectado, facilitando uma visão de futuro que almeja mudar a sociedade através de soluções criativas.

Ao todo, 100 iniciativas foram mapeadas ao redor do mundo, separadas em cinco fatores diferentes:

  • Conexão
  • Mobilidade
  • Grau de Informação
  • Sensibilidade às causas
  • Multi (multi-tarefas, multi-causas, multi-pessoas, multi-culturas)
     

O livro conta como essas iniciativas afetam positivamente a potência do voluntariado digital como um forte aliado do voluntariado presencial.

Este ano, a Fundação Telefônica comemora 15 anos, e há 10 que investe em voluntariado, fazendo parte de uma rede de fundações que agem de maneira colegiada, espalhadas pela Espanha e América Latina.

Faça download do livro AQUI.

 

mais notícias

Publicado em 11 de dezembro de 2014

Sem comentários »

Tags: , , , , ,

Comunicação e eventos, Fundação Telefônica, Institucional, Voluntariado

Retrospectiva 2014: o que fizemos para transformar a vida de muita gente!

No ano em que a Fundação Telefônica Vivo celebrou 15 anos de história, não faltaram motivos para comemorar. Afinal, mais pessoas se juntaram à nós e participaram dos nossos projetos para transformar a vida de muita gente por meio da tecnologia. Basta assistir aos mais de 1.000 vídeos enviados (pelos colaboradores do Grupo com depoimentos em que contam como fazem parte da Fundação Telefônica Vivo.

Na Semana do Voluntariado Digital, os colaboradores se engajaram em missões solidárias, disponíveis em uma plataforma gameficada. A cada missão cumprida, novos pontos. Coletivamente, todos cumpriram a meta geral, por meio de 1.034 missões, e isso resultou na doação notebooks para 10 escolas rurais participantes do projeto Escolas Rurais Conectadas. Através do programa Vacaciones Solidárias, alguns colaboradores tiveram a oportunidade de fazer o bem em outros países! Nesse ano, foram 86 colaboradores inscritos, o recorde em uma edição do programa. 11 deles foram selecionados e tiveram férias inesquecíveis, participando de atividades voluntárias em ONGs de países da América Latina. Já o Dia dos Voluntários Telefônica merece atenção especial: em 39 cidades brasileiras, 4.500 colaboradores arregaçaram as mangas para ajudar mais de 25 mil pessoas, seja por meio de ações presenciais ou pelo voluntariado digital, que permite ao colaborador realizar a ação social conforme a sua disponibilidade de tempo. Até animais abandonados foram beneficiados na edição desse ano, que contou com uma feira de adoção de animais realizada no estacionamento do Edifício Eco Berrini.

Em 2014, lançamos a segunda fase do projeto Escolas Rurais Conectadas nas cidades de Cambuí (MG) e Carpina (PE) e, em parceria com a Samsung, doamos notebooks para escolas destes municípios para que os professores participem de formações online. Desde 2012, o projeto leva conexão 3G para escolas públicas e rurais brasileiras e até o final de 2015, 22 mil escolas estarão conectadas. A Campanha É da Nossa Conta!, apadrinhada nesse ano pelo cantor Gilberto Gil, ganhou força no semiárido do País, mobilizando jovens, famílias e empregadores da região para reconhecer e enfrentar o trabalho infantil. E através do projeto Escolas que Inovam, conseguimos fazer a implantação de fibra ótica de 100 mega à Escola Campos Salles e realizar ações do Dia dos Voluntários Telefônica na Escola Amorim Lima.

Participamos de mais uma edição do Seminário Social Good Brasil, evento que discute e promove o uso de tecnologias e novas mídias para a transformação social. A ocasião foi propícia para o lançamento do Estudo de Tendências Visão de Futuro +15, desenvolvido pela Fundação para planejar suas inciativas e trabalhos olhando para o futuro e inspirada em inovações da sociedade
Esperamos que no final de 2015 a nossa retrospectiva esteja ainda mais repleta de boas ações que transformem a vida de muitas pessoas. Porque encontrar novos caminhos é o nosso jeito de contribuir para a mudança social.
Desejamos Boas Festas e um ano novo cheio de realizações!

mais notícias

Publicado em 11 de dezembro de 2014

Sem comentários »

Tags: , , , ,

Outros

Entrevista com João Paulo Nogueira Ribeiro, criador do Horas da Vida

large

Criado em dezembro de 2012, o Horas da Vida nasceu como uma solução para que mais pessoas tenham acesso à saúde de maneira organizada.

O projeto idealizado pelo Dr. João Paulo Ribeiro e Rubem Ariano conecta profissionais e empresas da área de saúde que atende gratuitamente pessoas assistidas por instituições com trabalho social reconhecido.

A missão é servir como modelo inspirador e exemplo de como a sociedade pode se organizar, baseando-se nos valores de humanização, inclusão, resolutividade, respeito e comprometimento, de forma que cada vez mais pessoas tenham acesso irrestrito à saúde.

 

O Programa Horas da Vida foi criado em dezembro de 2012, o que aconteceu durante essa época que serviu de gatilho para a criação do programa?

Fundei em 2011 a ConsultaClick (soluções em saúde e agendamento online de consultas). No final de 2012 contávamos com um grande número de agendas (horários) disponíveis que não eram utilizados e pensamos em aproveitar esses horários perecíveis para atender alguém menos favorecido e viabilizar o voluntariado na área da saúde.

Eu já fazia o atendimento voluntário em meu consultório e tinha conhecimento que muitos de meus amigos e colegas também o faziam… está na vocação do profissional da área da saúde

Meu sócio, Rubem Ariano, também compartilhava comigo desses valores (retribuir, ajudar o próximo).

Ganhei um prêmio de HBS (Harvard) OPM2012, disciplina de inovação. O prêmio foi uma consultoria que apontou um forte viés de inclusão, acesso e uma recomendação para nos aproximarmos mais da sociedade.

Esses foram os fatores que somados nos motivaram a criar o Horas da Vida.

Como foi o processo de encontrar médicos interessados em fazer parte do Horas da Vida?

Não são apenas médicos. Dentistas, psicólogos, nutricionistas, fisioterapeutas… as 9 profissões da área da saúde.

No começo, chamei os amigos. No boca a boca, mesmo. Na sequência, o crescimento foi acontecendo pois tenho, como médico, uma grande rede de contatos na área da saúde. Felizmente a adesão é muito grande, pois percebemos uma vontade de ajudar que vinha de encontro ao nosso mecanismo que facilitava todo o processo.

O programa foi inspirado em algum modelo já existente?

Não. E o interessante, que a Nova SB, uma agência de marketing que nos atende pró-bono, realizou uma pesquisa que apontou que somos a primeira plataforma digital no mundo que viabiliza o voluntariado na área da saúde.

Quem são as pessoas com mais difícil acesso a saúde?

Em geral aquelas que não possuem a informação correta de como funciona o sistema e aquelas que sofrem com as carências regionais. Mas, no nosso caso, direcionamos o atendimento gratuito a pessoas assistidas por ONGs que fazem um trabalho sério e reconhecido. Assim temos a certeza, que esta triagem, identifica quem tem um problema de saúde e não pode pagar para resolvê-lo.

Vocês realizam mutirões relacionados a diversas necessidades de saúde, há algum caso em particular em que a vida de uma pessoa foi transformada por conta de um desses mutirões?

Existem muitos casos. Alguns deles muito marcantes, como o caso de uma criança de 9 anos de idade que chegou até o Horas da Vida com a suspeita de autismo. Na avaliação dela encontramos uma deficiência visual: 9 graus de miopia. Conseguimos óculos e no acompanhamento desta criança, ela se mostrou completamente normal. Uma ação simples que certamante fez a diferença na vida dela.

Onde são feitas as palestras para promoção de saúde e controle de doenças crônicas? E como vocês conseguem angariar um público para essas palestras?

São realizadas nas ONGs que atendemos com as pessoas que são assistidas por elas.

Como o trabalho voluntário se encaixa na rotina de um médico?

Com o Horas da Vida de forma extremamente simples. Pois o profissional voluntário recebe o paciente triado para sua especialidade, no seu próprio consultório no dia e hora que ele pode disponibiliza para o atendimento.

Quais são os planos para o Horas da Vida nos próximos 5 anos?

Expansão nacional e criar o braço de educação na saúde.

mais notícias

Publicado em 2 de dezembro de 2014

Sem comentários »

Tags: , ,